You are currently viewing Em Simpósio, membros de sete cursos de graduação da FMRP da área da saúde debatem a interprofissionalidade

Em Simpósio, membros de sete cursos de graduação da FMRP da área da saúde debatem a interprofissionalidade

Sétima edição do Simpósio da Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto contou com palestras, relatos de experiências e rodas de conversa

Professores, funcionários e estudantes da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP se reuniram para debater sobre a interprofissionalidade nos cursos da área da saúde no VII Simpósio de Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP. A sétima edição do evento, que aconteceu no dia 18 de agosto, foi organizada pela Comissão de Graduação (CG) da Unidade.

O objetivo do evento foi incentivar o diálogo sobre a interprofissionalidade para a modernização do currículo dos sete cursos de graduação da FMRP: Ciências Biomédicas, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Informática Biomédica, Medicina, Nutrição e Metabolismo e Terapia Ocupacional.

“A interprofissionalidade é uma resposta às práticas fragmentas de cuidados de saúde e é definida como o desenvolvimento de uma prática coesa entre profissionais de diferentes disciplinas”, explicou o Marcelo Viana Costa, professor Multicampi de Ciências Médicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), durante palestra sobre o panorama brasileira da interprofissionalidade nos currículos.

Neste sentido, o professor abordou a importância das Universidades desenvolveram uma educação integrada entre os cursos da saúde. “É preciso assegurar que haja esse encontro entre estudantes de diferentes profissões, que nesse encontro haja interação e que nessa interação a gente tenha clareza do propósito explicito de desenvolver competência para a colaboração e melhoria dos cuidados”, afirma.

Importância da interprofissionalidade na FMRP

Durante a abertura do evento, o professor e diretor da FMRP, Rui Alberto Ferriani, ressaltou a importância de reunir esforços para que todos os cursos da Unidade caminhem para a integração. “Todas as profissões são centro do atendimento ao paciente, o tema foi muito oportuno e devemos explorar a interprofissionalidade cada vez mais”.

Ressaltando a importância da temática para os novos currículos da Unidade, o professor e presidente da CG, Miguel Angelo Hyppolito, reforçou que um dos objetivos da realização do evento é expor questões práticas para serem aplicadas nos cursos. A abertura foi finalizada com a apresentação da USP Filarmônica com o maestro Rubens Russomano Ricciardi.

Experiências em Ribeirão Preto

A programação ainda contou com relatos de experiência na FMRP com as professoras Aldaísa Cassanho Forster, coordenadora do PET-Saúde Interprofissionalidade; Lilian Neto Aguiar Ricz, presidente da Comissão de Residência Multiprofissional da USP (COREMU) no Hospital das Clínicas da FMRP; Regina Carreta, coordenadora da disciplina optativa Atuação interprofissional em promoção da saúde na comunidade.

Além disso, os estudantes e presidentes da Liga Interprofissional de Atenção Integral à Saúde (LIAS) da FMRP, Andrea Gracindo da Silva e Gilberto da Cruz Leal, apresentaram da vivência na área. O simpósio foi finalizado com a dinâmica de discussão em pequenos grupos para avaliar as ações dos cursos da FMRP sobre a interprofissionalidade.

Os interessados podem assistir ao evento neste link.