USP investirá 20 milhões em projetos ligados à diversidade e inclusão social

USP investirá 20 milhões em projetos ligados à diversidade e inclusão social

A Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) selecionará projetos ligados à inclusão social e diversidade que tenham como tema pelo menos um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. O edital “Inclusão Social e Diversidade na USP e em Municípios de seus Campi” selecionará projetos interunidades que abordem questões como direitos humanos, desigualdades sociais, combate à violência e discriminação por condição de gênero, classe, raça ou etnia, no âmbito da comunidade interna e nas cidades onde estão localizados os campi da Universidade.

Os projetos devem ser coordenados por docentes da USP, sob a supervisão das respectivas comissões de cultura e extensão. O valor máximo do auxílio para cada projeto é de R$ 100 mil, sendo que o valor total disponibilizado pelo edital será de R$ 20 milhões. “A grande importância é que o Edital fomenta o aprendizado da interprofissionalidade e interdisciplinaridade, porque é possível ter parceiros de outras áreas do conhecimento. Com o financiamento, é possível comprar material de consumo, equipamento, contratar serviço de terceiros e bolsas de graduação e pós-graduação”, conta a professora Maria Paula Panuncio Pinto, presidente da Comissão de Cultura e Extensão Universitária (CCEx). A professora Maria Paula ainda revela que os projetos de professores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto devem ser cadastrados no Sistema Apolo passam pela CCEx para após homologados pela CCEx da Unidade, sigam o fluxo de avaliação.

Os 17 eixos temáticos são: Erradicação da pobreza; Fome zero e agricultura sustentável; Saúde e bem-estar; Educação de qualidade; Igualdade de gênero; Água potável e saneamento; Energia limpa e acessível; Trabalho decente e crescimento econômico; Indústria, inovação e infraestrutura; Redução das desigualdades; Cidades e comunidades sustentáveis; Consumo e produção responsáveis; Ação contra a mudança global do clima; Vida na água; Vida terrestre; Paz, justiça e instituições eficazes; e Parcerias e meios de implementação.

“No campo das responsabilidades sociais, a atual gestão, está fortalecendo seus Programas e promovendo projetos e atividades por meio de editais que fomentam diversas iniciativas inovadoras ou já consolidadas na Universidade. Com esta iniciativa buscam-se ações institucionais propositivas e viáveis que contemplem questões de direitos humanos, desigualdades sociais, combate à violência e discriminação por condição de gênero, classe, raça ou etnia dentro e fora da USP. Por considerar a extensão universitária como a face mais generosa da universidade pública, dado seu relacionamento direto e permanente com diversos setores da comunidade, grupos culturais e sociais, temos investido nos editais de apoio financeiro por seu potencial de alcance de amplo espectro. Assim, claramente, conectamos o ensino, a pesquisa e a extensão universitária, o corpo docente atua coordenando e orientando os discentes da universidade, estimulando seu pensar inovador e criativo, e os resultados de suas atividades e projetos são levados diretamente à sociedade. Além dos benefícios sociais resultantes, conseguimos, portanto, demonstrar aos agentes sociais uma parcela de todo o rol das atividades de ensino, pesquisa, cultura e extensão que são correntemente desenvolvidas pela Universidade de São Paulo”, afirma a professora Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária.

Os trabalhos devem ter as ações previstas entre 23 de agosto de 2021 e 22 de agosto de 2022.

O edital completo está disponível na página da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária. O período de inscrições estará aberto entre 12 e 26 de julho.

Por: FMRP com informações Erika Yamamoto no Jornal da USP