You are currently viewing Virgínias da Ciências iniciam projeto de incentivo para jovens pesquisadoras

Virgínias da Ciências iniciam projeto de incentivo para jovens pesquisadoras

Com o objetivo de incentivar jovens pesquisadoras no mês das mulheres, o projeto Vírginias da Ciência, criado por professoras da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, iniciou uma ação para divulgar o trabalho de cientistas de todo o Brasil. Na iniciativa, mais de 30 mulheres que fazem iniciação científica ou já possuem anos de carreira na ciência puderam fazer uma apresentação pessoal e da sua área de estudo.

O sucesso da campanha fez com que a iniciativa se tornasse um canal permanente para difundir a participação das mulheres na ciência. As idealizadoras perceberam que o projeto pode ir além do podcast e se tornar uma rede de troca de experiência, incentivo e motivação para cientistas de todos os níveis.

Para participar, as mulheres precisam enviar um vídeo de até um minuto para ser publicado na rede social Instagram. Além da apresentação pessoal e da área de estudo, as mulheres podem falar sobre menções honrosas e premiação em eventos científicos.

Na ação do mês das mulheres, o Vírginias da Ciência sorteou prêmios para as participantes, como: artesanatos personalizados da Frida Kahlo e o livro Um quarto todo seu de Virginia Woolf, que inspirou o nome do projeto e foi pioneira ao falar sobre o apartheid de gênero. Confheça as cientistas premiadas:

  • Karla C. M. Costa do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da FMRP
    Área de estudo: novos tratamento para o Transtorno do Espectro Autista (TEA)
    Vídeo de apresentação
  • Nara L M Almeida da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP
    Área de estudo: Tratamento alternativo para candidose oral
    Vídeo de apresentação
  • Daniela Dalpubel do Programa de Pós-Graduação em Clínica Médica da FMRP
    Área de estudo: Ômega 3 e Síndrome da Fragilidade
    Vídeo de apresentação

 

Episódios da segunda temporada

O Virgínias da Ciência é um projeto idealizado pelas professoras Rita Tostes, Vânia Bonato, Alline Campos e Katiuchia Sales, todas da FMRP. A iniciativa nasceu da necessidade de criar um espaço para que pesquisadoras contem suas histórias profissionais e pessoais. Além disso, o programa tem como objetivos aproximar a Universidade da sociedade e estimular o interesse e ingresso de jovens mulheres na ciência.

O segundo episódio, divulgado no dia 19 de março, contou com a experiência e o protagonismo das docentes Marta Edna Holanda Diógenes Yaszlle e Maria de Lourdes Veronese Rodrigues, ambas da FMRP. Na conversa, elas contam sobre desafios, avanços e conquistas do pioneirismo feminino no ambiente universitário.

Mais informações: contato@virginiasdaciencia.com.br ou no Instagram