You are currently viewing Projeto Biblioteca Viva da USP Ribeirão Preto estabelece novas parcerias no nordeste do Brasil
Projeto tem parceria com Universidade Federal de Sergipe e da Biblioteca Estadual Infantil Monteiro Lobato em Salvador - Foto: Arquivo Pessoal

Projeto Biblioteca Viva da USP Ribeirão Preto estabelece novas parcerias no nordeste do Brasil

Biblioteca viva
Projeto tem parceria com Universidade Federal de Sergipe e da Biblioteca Estadual Infantil Monteiro Lobato em Salvador – Foto: Arquivo Pessoal

Iniciativa, coordenada pela professora Cristiane Galvão da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, conta com a parceria da Universidade Federal de Sergipe e da Biblioteca Estadual Infantil Monteiro Lobato em Salvador

O projeto Biblioteca Viva tem a missão de levar conforto e bem-estar para crianças e adolescentes por meio de narrativas que envolvem alegria, resiliência, positividade e aventuras na natureza. A iniciativa é coordenada pela professora Cristiane Galvão do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, tendo a participação de alunos de Graduação de vários cursos da Universidade.

Durante a pandemia, o projeto ganhou uma versão on-line com histórias disponibilizadas no canal Biblioteca Viva no Youtube.   Além disso, em 2021, passou a ter parcerias importantes com instituições do nordeste do Brasil. Entre elas estão os alunos voluntários da Universidade Federal de Sergipe (UFS). “Eles estão trazendo ao projeto temáticas e histórias do nordeste. Esta parceria foi possível graças à colaboração da professora Niliane Cunha de Aguiar do Departamento de Ciência da Informação (DCI) da UFS”, conta a professora Cristiane.

Partindo dessa parceria, a voluntária Magna Cardoso apresentou histórias do projeto Biblioteca Viva para as crianças e adolescentes que frequentam a Biblioteca Pública Municipal Epifânio da Fonseca Dória em Poço Verde, cidade que fica a 145 quilômetros de Aracaju. Ela conta que as crianças e os adolescentes são muito interessados em obter conhecimento e que, apesar de ter apenas dois computadores antigos em funcionamento na referida Biblioteca, todos ficaram muito felizes em conhecer as histórias do projeto.

“Agora, a nova meta de Magna é mobilizar autoridades locais para conseguir uma infraestrutura tecnológica melhor e com isso viabilizar que as crianças e adolescentes de Poço Verde possam inclusive começar a produzir suas próprias histórias”, afirma a professora Cristiane. Entre os resultados da parceria com a UFS já estão disponíveis as histórias O grãozinho de areia, Uma menina vestida de jardim e A margarida friorenta contadas por Tayrine Araujo e A lenda do girassol narrada por Rosilene Santos.

Além disso, o projeto Biblioteca Viva estabeleceu uma parceria com a Biblioteca Estadual Infantil Monteiro Lobato, em Salvador (BA) com a diretora da instituição, Patrícia Porto. Com esta cooperação, as histórias do projeto passam a integrar a programação da Fundação Pedro Calmon da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, conforme disponível neste link. “Esperamos contar com novas parceria para levar o projeto Biblioteca Viva por todo o Brasil”, finaliza.

Mais informações: mgalvao@usp.br