Você está visualizando atualmente Inscrições abertas para o XXI Curso de Verão em Biologia Celular e Molecular
Foto: Divulgação

Inscrições abertas para o XXI Curso de Verão em Biologia Celular e Molecular

Encontro, promovido pelo Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos da FMRP, acontecerá entre 25 de janeiro e 2 de fevereiro de 2024

Estão abertas as inscrições para o XXI Curso de Verão em Biologia Celular e Molecular, promovido pelo Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP. As inscrições podem ser feitas por este link.

O curso, que é gratuito e organizado e ministrado por estudantes e orientadores do Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular da FMRP/USP, tem como objetivo ampliar os conhecimentos em Biologia Celular e Molecular, técnicas de investigação científica e ferramentas associadas e divulgar as linhas de pesquisa do departamento.

O XXI Curso de Verão em Biologia Celular e Molecular será dividido em duas etapas: a primeira, é a parte teórica, com apresentações das linhas de pesquisa dos laboratórios pertencentes ao programa e visitações técnicas; enquanto a segunda são os estágios, realizados em laboratórios, além de apresentações de trabalhos e premiação.

O Programa

O Programa de Biologia Celular e Molecular tem como objetivo capacitar profissionais para atuar nas áreas de fronteira em pesquisa e ensino superior.

Os orientadores do programa investigam temas e modelos biológicos distintos onde empregam abordagens experimentais e formulam questões biológicas que podem ser situadas na fronteira do conhecimento em Biologia Celular e Molecular. Assim, as ferramentas biológicas e computacionais da era pós-genômica são empregadas para estudar o câncer, diferentes aspectos da biologia de organismos unicelulares e metazoários, a interação entre patógenos e hospedeiros, além de processos celulares fundamentais que vão do tráfego intracelular e secreção ao citoesqueleto e motores moleculares. Outras formas de investigação como a geração e o emprego de organismos transgênicos, a utilização de um parque de equipamentos voltados para o processamento de imagens in vitro e in vivo também compõem um rico ambiente multidisciplinar.