Ciências Biomédicas

Curso de Ciências Biomédicas

1ª Turma de CB-MM, 1968

A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) criou em 1964, o Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas-Modalidade Médica, o primeiro do gênero no país, com o objetivo de formação de pessoal para o ensino e a pesquisa nas cadeiras básicas da medicina e áreas relacionadas à saúde. Na sua criação, o Curso de CB-MM esteve vinculado ao Curso de Medicina e permitia que seus egressos pudessem cursar também Medicina. Desde 1993, o Curso de Medicina passou a oferecer 100 vagas (anteriormente oferecia 80 vagas) e o estudante poderia cursar também CB-MM. Em 3 anos de curso podia obter a titulação em CB-MM ou obter titulação também em Medicina em 7 anos de curso. Em 2009, em vista da necessidade de adequação do Curso de CB-MM à Resolução do Conselho Nacional de Educação que estabeleceu o limite mínimo de integralização de 4 anos para os bacharelados em Ciências Biológicas, da mudança no perfil do egresso e da redução na demanda pelo Curso de CB-MM, foi realizada uma ampla reformulação do curso que resultou na criação do Curso de Ciências Biomédicas, cuja primeira turma foi iniciada em 2014.

Aula inaugural do Curso de Ciências Biomédicas, em 2014, proferida pelo Prof. Dr. Eduardo Moacyr Krieger

O Curso de Ciências Biomédicas da FMRP-USP institui um modelo pedagógico inovador que facilita o aproveitamento da diversidade de potencialidades dos ingressantes para compor perfis profissionais diversificados. O curso baseia-se na inter- e multidisciplinaridade, na flexibilidade curricular, em métodos e cenários de ensino e aprendizagem diversificados, interação contínua com os docentes, atitude pró-ativa do estudante, atividades didáticas associadas ao processo de criação e aplicação do conhecimento, designação de um tutor acadêmico para cada estudante.

O currículo está organizado em duas etapas:

  1. Núcleo Geral (5 semestres) estruturado em eixos de conhecimentos de ciências biológicas, exatas e humanas integrados em níveis crescentes de complexidade. As disciplinas da área biológica são integradas rompendo barreiras entre disciplinas tradicionais; o ensino de ciências exatas é contextualizado na análise e compreensão dos fenômenos biológicos. A interação ciências biológicas-humanas visa a compreensão do contexto sócio-político-cultural em que o egresso exercerá suas atividades profissionais e dos potenciais conflitos de suas atividades, incluindo aspectos de sustentabilidade ambiental e de natureza ética no exercício profissional nas atividades de ensino e pesquisas, no desenvolvimento e na utilização de biotecnologia e na aplicação de novos conhecimentos das ciências biomédicas na área da saúde, considerando a evolução do desenvolvimento da Universidade e das políticas de ensino superior, ciência e tecnologia no país.
  2. Ênfases (3 semestres cada): Ciências Básicas da Saúde e Biotecnologia em Saúde. Nesta etapa, o estudante realiza trabalho de conclusão de curso e opta por disciplinas e estágios na FMRP, em outras instituições acadêmicas no país e no exterior, em órgãos governamentais, empresas públicas ou privadas.

Inserção profissional

O Bacharel em Ciências Biomédicas formado pela FMRP-USP poderá atuar: no magistério superior; na investigação científica nas áreas das ciências básicas da saúde, da biotecnologia em saúde e de aplicação clínica; na manipulação de processos na área de biotecnologia em saúde relacionados a demandas de prevenção, diagnóstico e terapêutica; no desenvolvimento de inovações e de criação de ferramentas em biotecnologia para produção de insumos biológicos de interesse para a saúde humana; em assessorias e consultorias relacionadas à sua formação. Poderá aprimorar sua formação em cursos de especialização, mestrado e doutorado. Os locais que demandam profissionais com a formação oferecida pelo curso são instituições de ensino e pesquisa, centros médicos e hospitalares, agências e órgãos governamentais, empresas de processamentos industriais e de serviços relacionados à área da saúde.