Hospital das Clínicas, 60 Anos de Compromisso e Dedicação à Vida

HC UEEm 1956, quando o Hospital das Clínicas abriu suas portas, Ribeirão Preto tinha 92.772 habitantes. O Brasil, comandado por Juscelino Kubitschek, era um país com maior parte dos 53 milhões de habitantes morando na zona rural. Situação que começava a mudar. O estado de São Paulo tinha 9,5 milhões de moradores e era administrado por Jânio Quadros.

A economia brasileira estava em expansão. Em 1956, o PIB cresceu cerca de 3.5%. Mas a média de crescimento, na década de 50, chegou a 7.2%. Índice para causar inveja a qualquer chinês. Nas rádios, as músicas mais tocadas foram Conceição, com Cauby Peixoto, e Maracangalha com Dorival Caymmi.

Uma viagem de Ribeirão Preto a São Paulo, pela rodovia Anhanguera, era em estrada de terra até Campinas. Comercial e Botafogo disputavam a segunda divisão do campeonato paulista. Mas neste ano, o tricolor seria campeão e subiria à elite do futebol de São Paulo em 1957.

Neste cenário efervescente, nasceu o Hospital das Clínicas, no ano em que Ribeirão Preto comemorava 100 anos. A cidade esperava com ansiedade o surgimento do hospital, que oficialmente aconteceu no dia 15 de junho. O jornal A Cidade, de 19 de julho de 1956, informava: “O prédio está rigorosamente adaptado ao exercício de suas elevadas funções”. O primeiro diretor do Hospital era o doutor Paulo Gomes Romeo e o diretor da Faculdade, o doutro Zeferino Vaz.

Em reportagem do dia 25 de julho, o mesmo jornal divulgava que “o Hospital (com 140 leitos) está dotado de importantes melhoramentos e aparelhagem moderna, não encontrada em outros hospitais do interior do Estado”.

 A primeira cirurgia (foto) realizada no Hospital das Clínicas foi no dia 3 de agosto de 1956. Um garçom do Palace Hotel se submeteu a uma cirurgia de gastrectomia feita pelo professor Ruy Ferreira Santos e sua equipe. Os jornais Diário da Manhã e A Cidade fizeram reportagens sobre a operação. De acordo com os jornais, o paciente teve alta no dia 11 de agosto. No dia 08 de agosto, nascia a primeira criança na maternidade do Hospital das Clínicas. O jornal A Cidade informava no dia 09 de agosto que “nasceu ontem às 14h45 o primeiro garoto. Na pia batismal receberá o nome de Edson Franscisco, filho de Durvalina Lucio Tavares e Antenor Francisco Tavares”.

O fato rendeu uma reportagem no jornal Diário de Notícia com direito a foto da mãe e a criança na cama, rodeadas pelo diretor do Hospital Paulo Gomes Romeo, Zeferino Vaz, diretor da Faculdade de Medicina, Waldemar Pessoa, presidente da Fundação “Sinhá Junqueira” e seu diretor Joaquim Cardoso Filho e enfermeiras.

De 1956 até 1978, o Hospital das Clínicas ocupou o prédio da rua Bernardino de Campos. Neste ano, o Hospital das Clínicas inaugurava sua sede no Campus. Na época, contava com 525 leitos e atendia 700 consultas por dia. O hospital do Centro passou a ser chamado pela população de HC Velho e o do campus HC Novo.

Ao longo destes 60 anos de existência, o HCFMRP sempre esteve na vanguarda do desenvolvimento das pesquisas médicas e na aplicação dos novos conhecimentos na assistência aos pacientes. Hoje é uma das maiores referências nacionais e impulsionou o desenvolvimento da medicina em Ribeirão Preto, tornando-o destaque nacional na área médica.

 Visita de Alexander Fleming

Visita de Alexander Fleming

Equipe do Departamento de Cirurgia

Equipe de Enfermagem

 

Referência: Assessoria de Imprensa HCFMRP-USP

Home      Voltar
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Av. Bandeirantes, 3900 - Monte Alegre - CEP: 14049-900 Ribeirão Preto/SP.

acesse nossas comunidades logo_face  logo_tw  stoa-logo-white AlumniUSPTV_Complexo0 

Desenvolvido por Xpirit