HCFMRP recebe o prêmio “Amigo do Meio Ambiente 2013″

Placa HC Amigo do Meio AmbienteNo último dia 3 de setembro, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP), mais uma vez foi premiado por suas ações de cuidado com o meio ambiente, recebendo o Prêmio “Amigo do Meio Ambiente 2013“, no VI Seminário Hospitais Saudáveis – SHS 2013. O SHS é uma iniciativa do Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo em parceria com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), o Hospital Sírio Libanês e as organizações não governamentais Saúde Sem Dano (SSD) e Projeto Hospitais Saudáveis (PHS).

Este prêmio, “é concedido anualmente pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo às organizações de saúde que compõem o SUS em âmbito nacional e se destacaram por iniciativas de proteção ao meio ambiente e de sustentabilidade”. Foram 62 trabalhos inscritos, e apenas 15 premiados.

No relato foram apresentadas as ações, rotinas e as estruturas do HCFMRP-USP para o desenvolvimento das atividades de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde, que conta com uma área física de aproximadamente 1.200 m², contemplando:

- Armazenamento Externo para Resíduos Infectantes e Perfurocortantes, Resíduos Químicos, Rejeitos Radioativos e Resíduos Comuns (refugo e reciclável);

- Área para Processamento de Resíduos Recicláveis;

- Local para higienização dos contentores de resíduos comuns;

- Aproveitamento da água da chuva para higienização de contentores e áreas físicas de armazenamento de resíduos (capacidade de armazenamento de 20.000 litros);

- Espaço para triagem de resíduos recicláveis.

Foram descritos os processos internos que promovem o manejo e o tratamento adequado das quatro toneladas de resíduos geradas diariamente no HC.

São benefícios da Central de Resíduos do HCFMRP-USP:

·   Centralização do armazenamento externo de resíduos, nos diferentes abrigos adequados às características de cada tipo específico, respeitando a legislação;

·   Diminuição de riscos associados ao manejo de resíduos;

·   Distanciamento dos resíduos gerados, das áreas de assistência e do acesso aos pacientes,

·   Disponibilidade de espaço suficiente para armazenamento da quantidade de resíduos gerados;

·   Possibilidade de estratificação dos resíduos recicláveis, com a triagem dos diversos tipos, como por exemplo: papelão, papel cartão, papel colorido, papel branco;

·   Otimização do processo de trabalho da equipe técnica, operacional, e administrativos, devido a centralização das atividades;

·   Obtenção de melhor aproveitamento dos equipamentos e áreas de uso comum.

Referência: Assessoria de Imprensa HCFMRP-USP.

Home      Voltar
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Av. Bandeirantes, 3900 - Monte Alegre - CEP: 14049-900 Ribeirão Preto/SP.

acesse nossas comunidades logo_face  logo_tw  stoa-logo-white AlumniUSPTV_Complexo0 

Desenvolvido por Xpirit