Estudo multicêntrico entre os serviços de Odontologia do HCFMRP-USP e Hemocentro de Campinas/HC-Unicamp é premiado pelo “Bayer Hemophilia Awards Program – Bahp”

FOTO NOTURNA HC 2Em colaboração com o Serviço de Odontologia do Hemocentro de Campinas/Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), o Serviço de Odontologia e Estomatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP), foi recentemente congratulado pelo programa de incentivo à pesquisa promovido pela empresa farmacêutica alemã Bayer.

Instituído desde 2002, o Bayer Hemophilia Awards Program (BHAP) financia projetos de pesquisa de todo o mundo voltados para a melhoria da qualidade de vida de pacientes portadores de coagulopatias hereditárias. Em cerimônia realizada no dia 27 de Julho de 2016 em Orlando, Flórida, EUA, o projeto intitulado “Local vs systemic use of tranexamic acid in patients with bleeding disorders undergoing oral surgery” recebeu o prêmio na categoria Caregiver e terá as despesas para a realização da estudo custeadas pelo programa de financiamento.

O trabalho é desenvolvido no Hemocentro de Campinas-UNICAMP, no HCFMRP-USP e Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto e conta com a participação dos pesquisadores da UNICAMP: Profª. Dra. Maria Elvira Pizzigatti Correa, do doutorando Vinicius Rabelo Torregrossa e dos pesquisadores do HCFMRP-USP e Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto: Dr. Leandro Dorigan de Macedo, Dra. Tatiane Cristina Ferrari, Dra. Luciana Correa Oliveira de Oliveira, Evandra Strazza Rodrigues e Dra. Simone Kashima.

O projeto de pesquisa tem como objetivo comparar duas vias distintas de administração de um medicamento antifibrinolítico e estudar a sua biodistribuição em diferentes fluidos corporais. O estudo será dividido em duas fases: 1. A fase clínica tem como objetivo avaliar a eficácia do uso tópico do gel de ácido tranexâmico versus o uso oral (sistêmico) do mesmo medicamento, como coadjuvante na hemostasia oral após extrações dentárias em pacientes portadores de coagulopatias hereditárias. 2. A fase laboratorial tem como objetivo estudar a presença da molécula do ácido tranexâmico na saliva, no sangue periférico e no sangue alveolar através de técnicas avançadas de metabolômica por Ressonância Nuclear Magnética. Os procedimentos e coleta das amostras serão realizados nas duas instituições participantes.

Os resultados deste estudo poderão beneficiar ou facilitar os cuidados hemostáticos após procedimentos invasivos orais em pacientes portadores de coagulopatias hereditárias.

Referência: Dr. Leandro Dorigan de Macedo - Chefe do Serviço de Odontologia e Estomatologia - Coordenador do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção ao Câncer Hospital das Cínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP

 

Home      Voltar
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Av. Bandeirantes, 3900 - Monte Alegre - CEP: 14049-900 Ribeirão Preto/SP.

acesse nossas comunidades logo_face logo_tw stoa-logo-white TV_Complexo0

Desenvolvido por Xpirit