Comissão especial implanta “Programa de Atendimento às Emergências Médicas” no campus

emergencias-medicas_001084

O Câmpus da USP de Ribeirão Preto criou uma comissão, com integrantes de todas as unidades e de órgãos de apoio, para a implantação de um Programa de Atendimento às Emergências Médicas. O projeto inicial foi desenvolvido pelo professor Antônio Pazin Filho, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP.

A proposta é a implementação gradual e progressiva de estrutura, capacitação e integração das entidades envolvidas e a melhoria dos primeiros-socorros, tanto a paradas cardiorrespiratórias quanto a quaisquer outras emergências que venham ocorrer no câmpus.

Os primeiros resultados desse trabalho começam a aparecer. Os ramais telefônicos do campus, que antes não faziam chamadas para serviços de emergência, tiveram sua programação alterada e passaram a fazer essas ligações. Basta discar *0192 para acionar o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), *0193 para os Bombeiros e *0190 Polícia Militar.

Desde final da década passada, o câmpus já contava com um desfibrilador externo automático, que fica na Guarda Universitária, estrategicamente escolhida por funcionar 24 horas. Os funcionários do setor receberam treinamento de primeiros socorros.  A ideia agora é investir na aquisição de outros 38 desfibriladores e promover treinamentos em massa, tanto para os funcionários da Guarda Universitária e de outros setores, como para alunos e professores. Qualificar apenas a Guarda Universitária, para Márcia Rodrigues Fernandez, do Departamento de Saúde da USP, campus de Ribeirão Preto, não é suficiente devido a grande extensão do Câmpus.

O grupo também pretende sugerir a criação de disciplinas optativas de emergências médicas nas várias unidades.  Além disso, em parceria com o Centro de Informática de Ribeirão Preto (CIRP) o projeto prevê a criação de um sistema de alerta via internet, onde os usuários das páginas institucionais receberão instruções de ação perante situações de risco.

A pretensão do projeto vai mais longe, também visa a compra de um carro ambulância e a formação, nas unidades, de brigadistas de emergência para serem referências em primeiros socorros, de modo especial às paradas cardiorrespiratórias.  “Além de bens materiais, também se almeja a implantação de uma cultura, em que as pessoas busquem conhecer as práticas adequadas para tais momentos.  Esperamos que esse projeto renda frutos e que nas próximas emergências nós possamos, de fato, analisar os eventos e trazer um resultado favorável para a instituição”, afirma a professora Maria Celia Barcelos Dalri, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP.

Em estudo preliminar, feito pelo professor Pazin em parceria com a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP,  foi detectado que, de 1.620 calouros, 60% sabem identificar uma situação de emergência, porém apenas 5% sabiam agir perante tal situação. “Dentre os participantes, somente um estudante citou saber utilizar o desfibrilador externo”, alerta a professora Maria Celia, enfatizando a necessidade do programa e das ações que estão em andamento.

A Comissão de Atendimento às Emergências Médicas do Câmpus é presidida pelo professor Antonio Pazin Filho da FMRP-USP e tem os professores Bruno Spinosa de Martines, da FFCLRP-USP, Harnoldo Colares Coelho, da FCFRP-UP, Célia Barcelos Dalri, EERP-USP, Cassio Edward Sverzut, da FORPUSP, e pelos funcionários Rubens Albaneze dos Santos, da FDRP-USP, Vânia Aparecida da Silva, do CIRP, Adriano Alves Apolinário da Silva, da FEARP-USP, o médico do trabalho Leonardo Monteiro Mendes e a engenheira do trabalho Sandra Márcia de Castro, ambos do SESMT, Márcia Rodrigues Fernandez, do Departamento de Saúde da USP em Ribeirão Preto, Adilson de Lima Biagi, Sérgio Rodrigues de Oliveira, Jaime Domingos Cruz Filho, da Prefeitura do Campus (PUS-RP) e os representantes discentes da graduação Wskley Glen de Oliveira Gomes, da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto – USP e da pós-graduação Willian Abrahan da Silveira, da FMRP-USP.

Referência: Portal de Informações da USP Ribeirão Preto – Por : Marcela Baggini

Home      Voltar
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Av. Bandeirantes, 3900 - Monte Alegre - CEP: 14049-900 Ribeirão Preto/SP.

acesse nossas comunidades logo_face logo_tw stoa-logo-white TV_Complexo0

Desenvolvido por Xpirit